Avançar para o conteúdo
Início » Blog » Passou outro ano e tu continuas a adiar…vais desistir de ti?

Passou outro ano e tu continuas a adiar…vais desistir de ti?

Adiar as tarefas é contraprodutivo quando queremos otimizar o tempo e aproveitar o máximo de um dia. Vamos parar de procrastinar de uma vez por todas? Algumas de nós lidamos com mais frequência com a procrastinação porque ela é influenciada por fatores genéticos, mas além disso, as circunstâncias menos atrativas de uma tarefa também podem contribuir, por exemplo se algo é desagradável de fazer, ou mais complexo. 7 passos para te ajudar: 🎯Dar um “pequeno” primeiro passo é uma estratégia apoiada pela ciência para vencer a procrastinação. O truque é definir uma meta baixa;

🎯Cria um plano de tarefas. Para parar de procrastinar, reflete sobre a razão real do adiamento das tarefas, e recorre a táticas de regulação emocional;

🎯Clarificar o que são casos de procrastinação e o que são apenas atrasos, que têm outro sentido, facilita o processo de visualizar a prática e ainda ajuda geri-la;

🎯Procrastinar com estrutura envolve colocar a tarefa mais urgente e assustadora no topo da lista e acrescentar outras atividades igualmente valiosas, mas que são menos assustadoras;

🎯Como os procrastinadores evitam tudo o que está no topo da lista, o ideal é colocar a tarefa mais importante e aproveitar a vontade de evitá-la para resolver todas as outras, assim, aumentas o sentimento de realização e de motivação, que te ajudam a realizar tudo o que precisas;

🎯Escolhe a área em que mais precisas parar de procrastinar. Então, imagina-te numa certa “data limite”. Onde estás? O que vês? Como te sentes? Que palavras lês num e-mail sobre essa tarefa? Pensa sobre essas perguntas e tenta colocar-te no futuro e pratica esta tática. Aproveita a energia da ansiedade;

🎯Identifica antecipadamente factos externos e internos que podem atrapalhar no cumprimento da tarefa. Prepara-te psicologicamente para esses imprevistos e salvaguarda os teus objetivos;

🎯Sentimentos negativos funcionam como desmotivadores e impedem de ver com clareza a situação. Procrastinadores sentem-se mal porque revivem o passado e isso alimenta os sentimentos negativos, que contribuem para querer evitar a tarefa.

A reflexão que proponho que faças é: vais continuar a adiar a transformação em ti, que sabes que é aquela que deves fazer? Quando vais fazer tudo o precisas fazer por ti?

 

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

Subscreve a Newsletter!

Subscreve a Newsletter para estares a par dos meus mais recentes trabalhos!