Início » Blog » Lua Nova de Tammuz. O que podemos aprender com os astros…

Lua Nova de Tammuz. O que podemos aprender com os astros…

Dos ensinamentos cabalísticos com os meus votos de bom mês de Tammuz.
A importância da Lua Nova, ou começo do mês.

DESDE ONTEM AO PÔR DO SOL COMEÇOU O NOVO MÊS DE TAMMUZ!

Ontem à noite começou uma celebração de dois dias de Rosh Chodesh (Lua Nova/Mês), que marca o início do mês de Tammuz.
Desejando a todos um ótimo mês – chodesh tov!

Em Cabalá aprendemos sobre a importância de purificar a nossa visão durante este mês. O sentido atribuído ao mês de Tammuz é: a visão.
Isso significa que o mês de Tamuz é o melhor mês do ano para aprender a exercitar a nossa visão da maneira mais positiva possível. A visão retificada envolve evitar o que é negativo (uma habilidade associada na Cabalá ao nosso olho esquerdo) e  treinar para ver as coisas de uma forma positiva (associada ao nosso olho direito).
Em essência, ambos os aspetos estão incluídos no olho direito, o que significa que devemos procurar ver apenas os pontos positivos nos outros. O que nos impede de ver o bem nos outros é, quase sempre, a inveja, que nasce da insatisfação e da falta de amor próprio. Uma pessoa que curou a sua visão nesse sentido ganha o poder de curar os outros com o seu olhar.

Tammuz é realmente um mês muito especial… uma energia poderosa.
A energia é pura… não há energia positiva ou negativa. Nós escolhemos, usamos o nosso livre arbítrio e assim recebemos (porque damos) energia positiva ou negativa…

Onde está o potencial para o bem, existe também o potencial para o mal.
Tammuz é um mês de grande luz ou de grande escuridão.

Chet ח é a letra que criou a constelação Sartan סרטן.
A palavra Sartan é traduzida como a palavra CÂNCER e Caranguejo.
Devemos ter MUITO cuidado para não cair nesse tipo de energia durante este mês.
A ciência ensina que o câncer é causado ​​por danos no ADN nas suas células. Essas mudanças são chamadas de “mutações genéticas”. Mutações genéticas podem acumular-se nas células do corpo ao longo do tempo. Células com muitas mutações podem parar de funcionar normalmente, crescer fora de controlo e  tornarem-se cancerosas, ou cancerígenas.

Aprendemos em Cabalá que a causa do crescimento sem restrição é a falta de “Simcha” (alegria ou alegria), durante este mês de Tamuz.
Parece loucura, mas a Cabalá ensina que a prevenção desta doença da sua manifestação é “Simcha” e “Chido” significando Alegria e Felicidade.
Apenas por estarmos felizes e alegres durante cada dia de Tammuz (Cada minuto de vigília) evitamos a manifestação da doença câncer nos nossos corpos.

Citando Michael Berg: “O segredo deste mês é forçarmo-nos a ver tudo o que nos acontece como vindo da luz para nosso próprio benefício.”
Este mês…Escolha a vida!
Mas para escolher a vida, é preciso ser capaz de ver a bondade na vida usando a visão corrigida durante o mês de Tammuz.
Este mês necessitamos também exercer um controlo sobre as nossas emoções que sobre esta influência tendem a descontrolar-se. Mais uma vez atenção no olhar, na forma como vê os acontecimentos e as pessoas.

Desejando a todos um ótimo mês – Chodesh Tov!

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.